Cónego João Seabra homenageado por “40 anos de padre a marcar vidas”

“Pela árvore se conhece o fruto. Por isso, pensámos que a melhor maneira de falar do padre João seria pôr as pessoas com quem ele se cruzou e marcou, a contarem uma história” (José Maria Seabra Duque). Hoje, dia 12 de novembro, é lançado o livro “Não sou dono da verdade, mas sou possuído por ela“, uma homenagem ao Padre João Seabra e aos seus 40 anos de sacerdócio.

O livro conta com 70 testemunhos de vidas que foram tocadas pelo encontro com o presidente da APECEF e fundador do Colégio de S. Tomás, entre elas a de Marcelo Rebelo de Sousa, que preside à cerimónia marcada para as 19h15, na Igreja de Santa Joana Princesa, em Lisboa.

«O livro reúne dezenas de testemunhos de várias gerações. “Escolhemos 70, porque havia um limite, mas podiam ser 200 ou 300”, sublinha Seabra Duque, acrescentando que “há histórias de pessoas mais velhas, com 80 anos, até à jovem acabada de se licenciar”, porque “foram mesmo muitos os que, ao longo destas quatro décadas, foram tocados pelo encontro com este homem, que se entregou a Cristo e o quis levar a todos aqueles com quem se cruzou”.

O livro tem prefácio do cardeal patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente. Entre as personalidades que colaboraram com os seus testemunhos, estão Aura Miguel, José Milhazes, João Amaral, D. Duarte de Bragança, Jaime Nogueira Pinto, Zita Seabra, Pedro Santana Lopes e Marcelo Rebelo de Sousa, entre outros.» (in Rádio Renascença online)

conego joão seabra

Cónego João Seabra

Voltar